Brasil conquista 88 Leões em Cannes; Instagram ganha 1 milhão de usuários mensais no país

No giro de notícias, os destaques do mercado de mídia digital LATAM e global. Na edição da semana: a publicidade brasileira em Cannes Lions 2016 – Festival Internacional de Criatividade; Brasil perde apenas para Estados Unidos em números de usuários do Instagram; DMEXCO ganha pavilhão brasileiro, lançado em Cannes; os anúncios do Facebook e Yahoo no festival; MediaMath apresenta infográfico com as tendências globais em programático.

Brasil em Cannes

Até esta sexta-feira (24), penúltimo dia do Cannes Lions – Festival Internacional de Criatividade, o Brasil foi premiado com 88 Leões (10 ouro, 22 prata e 56 bronze). O evento é a maior premiação da publicidade mundial e reuniu todos os membros do setor essa semana em Cannes, na França. Os Leões conquistados até agora representam trabalhos desenvolvidos por 18 agências. A AlmaBBDO mantém a liderança, abocanhando 20 prêmios. Depois, a J. Wanter Thompson aparece com 12 prêmios, seguida por Africa, Y&R e DM9DDB, ambas com sete leões.

O Brasil foi premiado nas seguintes categorias do Cannes Lions: Outdoor Lions (18), Print&Publish (14), Cyber Lions (9), Mobile (8), Designi (7), Media (6), Crestive Data (4), Direct (4), Radio Lions (4), Promo & Activation (3), PR (3), Entertainment Lions For Music (2), Digital Craft (1); além de cinco Leões do festival Lions Health.

O festival encerra no sábado, sendo que o país deve conquistar mais premiações, mas provavelmente não irá alcançar o total de 108 Leões recebidos em 2015. Além disso, essa edição contou com um número menor de delegados brasileiros inscritos no festival, muito por conta da crise econômica. A publicidade brasileira competiu com 2.805 peças, 10% a menos que o ano passado (e o menor número nos últimos 5 anos), mesmo assim, o país detém o terceiro maior número de trabalhos inscritos, atrás dos Estados Unidos e Reino Unido.

Instagram tem 35 milhões de usuários no Brasil  

A rede social de fotos e vídeos Instagram atingiu a marca de 500 milhões de contas em todo o mundo. A base de usuários do aplicativo dobrou em dois anos e caiu no gosto dos internautas: mais da metade (300 milhões) dos usuários acessa a rede social pelo menos uma vez ao dia. No total, são 95 milhões de fotos e vídeos publicados todos os dias, que por sua vez recebem 4,2 milhões de curtidas.

A empresa também revelou que o Brasil representa o segundo país com maior número de usuários, com 35 milhões, perdendo apenas para os Estados Unidos. Desde o início do ano, o Instagram recebeu um milhão de novos usuários brasileiros todos os meses.

DMEXCO terá pavilhão brasileiro em 2016

Pela primeira vez, a DMEXCO, uma das maiores conferências da indústria de mídia e tecnologia digital, terá um pavilhão dedicado ao Brasil. O evento deve receber 50 mil pessoas de mais de 90 países em sua próxima edição, nos dias 14 e 15 de setembro em Colônia, na Alemanha.O anúncio foi realizado pelos organizadores da conferência, Frank Schneider e Christian Muche, juntamente com a parceira oficial no Brasil, Celeny da Silva, em uma recepção em Cannes que uniu diversas empresas, agências e grupos de mídia brasileiros.

O pavilhão será uma oportunidade para companhias brasileiras em busca da internacionalização e de parcerias estratégicas com empresas de mídia e tecnologia digital da Europa, Estado Unidos e outros países.  De acordo com Celeny da Silva, o objetivo é levar o maior número possível de delegados e expositores do país para a DMEXCO. O espaço também terá palestrantes que irão apresentar projetos digitais e trazer um panorama da indústria nacional.

O IAB Brasil, MMA Brasil (Mobile Marketing Association) estão entre os parceiros institucionais confirmados. Além disso, o pavilhão tem parceria com a Softex (Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro), que irá apoiar as empresas brasileiras que serão selecionadas pela Abradi (Associação Brasileira dos Agentes Digitais) para participar do evento.

Facebook e Yahoo apresentam produtos e atualizações em Cannes Lions 2016

Como de costume, muitas empresas aproveitam o maior festival de publicidade do mundo para anunciar uma série de novidades e lançamentos. O Facebook, por exemplo, revelou a Audience Insights API, projetada para agregar dados, e será lançada em beta, por enquanto. Outra novidade é Canvas, a ferramenta de Storytelling do Facebook. Para simplificar o processo de revisão, os anunciantes podem compartilhar suas unidades canvas com outras partes interessadas até a campanha estar pronta para publicação.

Além disso, o Slideshow ads recebeu uma atualização. Agora, pequenas empresas sem muitos recursos de produção poderão criar, editar e impulsionar apresentações personalizadas, usando fotos existentes em sua página ou qualquer arquivo de imagens do Facebook. E, por fim, a rede social lançou uma nova Creative Hub, uma interface on-line que permite que as agências para visualizar diferentes formatos de anúncios.

O Yahoo também trouxe novas funcionalidades em Cannes, e mostrou que está buscando enriquecer a experiência do usuário e incluir mais vídeo em sua oferta de publicidade móvel. Seu novo formato de anúncio para mobile, o “Tiles”, foi criado para beneficiar o storytelling visual em dispositivos móveis, explicou a empresa no festival. Assim, quando o consumidor clicar em um anúncio no celular, será levado a uma página mobile personalizada que pode reproduzir conteúdo em 360 graus, incluindo vídeo e imagens, bem como recursos interativos, como feeds sociais e imagens deslizantes.

O novo formato está disponível por meio do Yahoo Gemini e BrightRoll. O Yahoo lançou ainda o ‘Storytellers’, um programa que agrupa as capacidades do Yahoo como consulta de conteúdo, workshops, desenvolvimento de vídeo e conteúdo editorial.

MediaMath lança infográfico sobre tendências em programático

A ad tech MediaMath reuniu dados globais do setor de mídia programática que culminou na produção de um infográfico com as principais tendências do mercado para 2016. No Brasil, os gastos com premium display programático devem chegar a US$ 12,4 milhões esse ano, segundo o eMarketer. Já nos outros países da América Latina, esse valor deve alcançar US$ 11,6 milhões.

O levantamento também mostra que os bloqueadores de anúncios estarão entre principais temas de discussão no mercado brasileiro. Outro assunto em destaque trata do debate sobre a convergência entre ad tech e mar tech, já conhecida em todo o mundo, e que vai ganhar mais espaço na América Latina.

Já nos Estados Unidos, os gastos com mídia programática devem alcançar US$ 20,41 bilhões esse ano, número que será impulsionado por conta da eleição presidencial, que devem movimentar bilhão de dólares em 2016 no país – 500% a mais que as últimas eleições, em 2012. O infográfico também está disponível no link.

infograficopng

 

Comentários