Como os apps de games vão ganhar o jogo com anúncios em vídeo de 6 segundos

Em vez de anúncios em vídeo 15 ou 30 segundos, o mercado deve começar a olhar para anúncios de seis segundos ainda este ano. Em artigo publicado originalmente no site inglês TheGamingEconomy.com, Ciaran O’Kane, CEO do ExchangeWire explica de que forma o mercado de apps de games sairá na frente com essa nova tendência.

Desde que a King lançou seu negócio de publicidade há quase dois anos, é possível perceber uma disputa dentro da empresa entre o florescente negócio de anúncios e a estratégia de monetização bem estabelecida do aplicativo. A empresa tem quase 400 milhões de MAUs e havia claramente uma oportunidade de gerar receita com esse usuário a partir de um modelo de anúncio.

Anúncios em vídeo, com seus altos CPMs, eram a opção lógica para a King. O problema, como observei, era a duração de um anúncio em vídeo em seus jogos para celular.

Para qualquer pessoa do mercado de anúncios em vídeo, é notório que a maioria das marcas e suas agências redirecionam os criativos da TV para online.

Spots de 30 segundos são a norma para compras de vídeos online. Para os gamers dos dispositivos móveis, essa interrupção não melhora a experiência – e, sem dúvidas, faz com que eles joguem com menos frequência. Por isso, a King, como muitos outros aplicativos de jogos, está sendo desafiada a equilibrar a experiência de jogo com uma oferta de anúncios extensa e interruptiva.

Por que 6 segundos é ideal para mobile?

Apesar da predominância dos anúncios em vídeo de 15 e 30 segundos, houve uma mudança no pensamento dos profissionais de marketing em torno do criativo em vídeo para dispositivos móveis – especialmente em toda a extensão do anúncio.

O anúncio “bumper” do YouTube pode levar muito do crédito por isso. O anúncio pre-roll de 6 segundos foi inicialmente adotado por profissionais de marketing de search que buscavam a exposição no topo do funil.

Ele vem lentamente conquistando os compradores do mercado. Há alguns meses atrás, a Fox anunciou que lançaria um formato de seis segundos para os compradores de anúncios de TV. Um movimento foi significativo, pois significa que haverá uma demanda ainda maior no mercado, já que os profissionais de marketing têm uma mentalidade de “criar um anúncio e executá-lo em qualquer lugar”, seja para anúncios de TV ou vídeo digital.

A principal razão pela qual isso pode beneficiar os aplicativos de jogos para dispositivos móveis é que esses anúncios têm menos interrupções para os usuários. Rodar spots de seis segundos entre as fases dos jogos funciona bem tanto para a experiência do usuário, quanto para os próprios anunciantes.

Um anúncio em vídeo de 30 segundos, por exemplo, pode ser dividido em intervalos de seis segundos para contar uma história mais ampla sobre uma marca. O formato é longo e impactante o suficiente para atingir as métricas do topo do funil.

Os CPMs também são significativos nesses slots de seis segundos – com CPMs variando entre US$7 a 30. Isso provavelmente seria vendido com base em IO, mas a crescente demanda por programática poderia levar também os PMPs a gerarem altos números de receita.

Os “anúncios incentivados” em vídeo de 6 segundos

Os anúncios em games eram uma tática de monetização precoce dos aplicativos de jogos, mas, novamente, os anúncios de 30 segundos interrompiam a experiência nesses games e impactavam no tempo gasto jogando.

Com anúncios de seis segundos, os apps de jogos não apenas têm a oportunidade de melhorar a experiência do usuário, mas também têm mais flexibilidade sobre quando e onde o usuário vê o anúncio. Você poderia executá-lo, por exemplo, em rodadas de bônus ou entre os diferentes níveis do jogo. Isso pode ser ótimo para impulsionar a receita dos jogos gratuitos, que dependem totalmente de anúncios para monetizar suas ofertas.

Lembre-se de que um anúncio de seis segundos provavelmente será uma receita incremental sobre os banners existentes. O advento do header bidding no mobile provavelmente aumentará a receita dos aplicativos de jogos.

A opção pelo anúncio de seis segundos poderia gerar uma receita incremental; e para aqueles que obtém monetização pelo aplicativo, isso poderia compensar qualquer queda nessa parte de seus negócios.

Cinco maneiras de aumentar a receita do anúncio com o vídeo:

– Não sirva aos usuários anúncios de 15 ou 30 segundos. Isso prejudicará a experiência do usuário e o crescimento de seu app;

– Direcione a atenção do usuário para anúncios incentivados, mas tente usá-los com moderação;

– Implante anúncios de seis segundos de forma criativa; troque os anúncios pre-roll de 15 a 30 segundos em aplicativos de jogos pela veiculação de anúncios de seis segundos ao longo dos “níveis estratégicos”;

– Se puder, utilize opções verticais de vídeo, pois elas não apenas fornecem uma boa experiência ao usuário, mas também têm um bom efeito de branding;

– Se as marcas não tiverem um criativo de seis segundos, trabalhe com as agências para editar os criativos existentes e adequá-los às campanhas.

A publicidade em vídeo de seis segundos ainda pode representar uma pequena parcela dos formatos do mercado – mas haverá uma mudança em direção a ela ainda este ano. O ecossistema de aplicativos de jogos provavelmente será o maior beneficiário.