ExchangeWire debate mercado programático LATAM no ATS Miami; Digital e OOH seguem em expansão

Dentre os destaques do giro de notícias da semana: ATS Miami reúne os principais líderes da indústria de publicidade digital e programática LATAM na próxima semana para discutir a evolução do mercado; estudo da Kantar Ibope detalha o crescimento de formatos digitais como search e display e avanço de OOH nos investimentos publicitários; pesquisa da Criteo revela que 34% das reservas de viagens no Brasil são feitas por smartphones.

ATS chega a Miami

Pela primeira vez, o ExchangeWire, empresa inglesa especializada na cobertura do mercado global de publicidade digital e mídia programática, leva seu principal evento a Miami, nos EUA, com foco no mercado da América Latina. Na próxima quinta-feira, 8 de março, o ATS Miami traz uma programação especial com palestras e painéis sobre os principais temas da indústria a CMOs, membros de agências, ad techs e profissionais de marketing da região.

Na agenda, serão abordados temas como: a gestão de dados no mundo programático, estratégias de publishers em ambientes orientados por dados e o enfrentamentos de grandes desafios da indústria, como fraude, ad blockers e viewability.

O evento, que será realizado no Hyatt Regency Miami, contará com grandes debates grandes nomes da indústria, como: Emi Gal, Global CMO & CEO da Teads Studio; Chechu Lasheras, Managing Director of Digital Business Development da PRISA; Victor Lopez, VP de Performance Media da Tambourine; Jorge Rocha, Digital Lead LATAM da Performics; Lucas Mentasti, Presidente  LATAM para [m]PLATFORM na GroupM; Julian Saconi, Diretor LATAM da Scroller Ads; Dennis Buchheim, Senior Vice President & General Manager do IAB Tech Lab; Patrizio Zanatta, Managing Director LATAM da Rubicon Project, dentre outros.

A cobertura completa do ATS Miami você confere no ExchangeWire Brasil. Para mais informações sobre o evento e aquisição de ingressos, acesse: https://www.exchangewire.com/events/ats-miami-2018/.

Kantar Ibope: Digital e OOH seguem em expansão

Os investimentos em formatos digitais seguem em expansão, mesmo com a TV abocanhando 72% da verba destinada para a compra de espaço publicitário em 2017. Segundo o  levantamento Monitor Evolution, da Kantar Ibope Media, os gastos com os formatos display (em desktops) e search alcançaram R$6,2 bilhões em valores publicitários brutos. A pesquisa destaca que o aumento foi impulsionado graças aos investimentos em links patrocinados, que tiveram alta de 91% em relação ao ano anterior.

Display e search absorveram 3% e 1%, respectivamente, do total de R$134 bilhões aferidos pela empresa em valores publicitários brutos investidos em publicidade no ano passado.

Outro segmento que apresentou crescimento é o de mídia out-of-home (OOH), com 3% do bolo publicitário brasileiro no ano passado. A expectativa é que o setor cresça ainda mais em 2018, superando os 38% de aumento nos investimentos alcançados em relação a 2016. Dentre os setores que mais investem em OOH no país, estão: ensino escolar e universitário (9%), refeições rápidas (5%), instituições de serviços ao consumidor (4%) e serviços de saúde (4%).

O mapeamento da Kantar Ibope analisou cerca de 700 veículos e investimentos de mais de 84 mil marcas em 2017, um volume 1,4% superior ao registrado no ano anterior.

A importância do mobile no segmento de viagens

Cerca de 34% das reservas de viagens no Brasil são feitas por smartphones, aponta pesquisa da ad tech Criteo. O estudo “Travel Flash Report analisou a influência das compras móveis no setor de viagens no último trimestre de 2017 e apontou um volume de 89% do tráfego global de reservas de última hora ocorre via mobile. As compras feitas via desktop representam 63% do total.

Na América Latina, as empresas que possuem aplicativos mobile tiveram 60% de suas reservas feitas por meio de dispositivos móveis – salto de 41% em relação ao mesmo período de 2016. Ao mesmo tempo, as agências online apresentaram quase metade (45%) de suas reservas feitas no mobile.  De acordo com a pesquisa, a taxa de conversão em aplicativos é cinco vezes maior que na web móvel e o dobro se comparada aos desktops, superando a média das demais indústrias varejistas.

Um comportamento que deve ser observado pelas marcas do setor é que aqueles consumidores “de última hora”, ou seja, os que buscam por ofertas de última hora e estadias noturnas,  acabam recorrendo ao mobile.  As buscas em smartphones e aplicativos aumentaram rapidamente e já representam 89% do tráfego de reserva de última hora.

Além disso, levantamento da Criteo, revela os viajantes já começaram a planejar suas próximas férias após o Natal. Dessa forma, a expectativa é que as vendas totais no primeiro trimestre de 2018 devem aumentar até 80% em relação a novembro.

Como destaca Alessander Firmino, diretor geral da Criteo para o Brasil e América Latina, as empresas de viagem estão recebendo cada vez mais reservas através de aplicativos e smartphones. “A flexibilidade dessas plataformas permite que os usuários adiem a compra até o último momento. No entanto, com viajantes que aproveitam diferentes pontos de contato, é importante que as empresas assegurem que a comodidade e o conforto na experiência do usuário não acabem trazendo um aumento no preço”, ressaltou o executivo.