Turn tem novo CEO; Números do programático no Brasil

No giro de notícias desta semana: a Turn anuncia ex-Yahoo, ex-Google como novo CEO; IAB lança curso sobre mídia programática; e CENP enfatiza mídia programática e recomenda investimentos.

Turn sob comando de Bruce Falck

A Turn anunciou nesta semana Bruce Falck (foto) como seu novo CEO, que assume o posto imediatamente, uma vez que Bill Demas, até então à frente da DSP, deixa a companhia. Falck executivo foi COO da BrightRoll, comprada pelo Yahoo, e acumula cargos a frente de times no Google onde trabalhou por oito anos.

Em comunicado oficial, a companhia exaltou a capacidade de Falck de transformar diversos negócios do Google em áreas multibilionário,
como Google Display Network, DoubleClick Bid Manager e DoubleClick AdX. Ele vai comandar as equipes, bruce falck, turn CEOincluindo a primeira Chief Revenue Officer da Turn, Wendy MacGregor, ex-AOL. “Agora, com Bruce à frente de um time de reconhecida liderança e experiência, acreditamos que a empresa está pronta para acelerar e realizar plenamente o seu potencial como plataforma de publicidade independente para anunciantes globais”, diz Jim Barnett, fundador e chairman da Turn.

No Brasil, a Turn ainda está sob o comando do general manager interino César Moura, após a saída de Fernando Tassinari para a Criteo.

Dados de mídia programática 

O post original continha um gráfico produzido pela Publya que foi removido no dia 30/09/2015, às 12h45 (horário de Brasília) devido a uso não autorizado de dados pela Publya. 

IAB abre curso focado em programático

A demanda por profissionais especializados em mídia programática e a grande competitividade entre as empresas do setor por talentos é assunto recorrente do mercado. O IAB Brasil, então, vai oferecer o primeiro curso em mídia programática de 16 horas em outubro, dividido em quatro módulos e dois dias, para suplementar a formação exercida no dia a dia das companhias.

O curso é focado em profissionais de agencias, estudantes e empresários com a necessidade entender o setor. É necessário pré-conhecimento técnico de marketing e mídia, pois os professores irão abordar os assuntos — que incluem a cadeia de mídia, DMPs, ATDs, segmentação, entre outros — de maneira avançada. No quadro docentes, nomes do próprio IAB como Emmanuel Martins, presidente do comitê de programática; e também nomes do mercado como Fabrizio Bruzetti, diretor da Xaxis Brasil, e Paulo arruda, diretor de publicidade digital do Estadão.

As informações detalhadas você encontra no site do IAB Brasil.

CENP: “é hora de investir em mídia programática”

Em sua publicação mensal de setembro, o CENP recomenda o investimento em mídia programática, enfatizando o momento que o mercado vive. O órgão publicou uma extensa matéria para adequar o modelo de venda automatizada no modelo brasileiro de venda de publicidade, o que sempre levanta questionamentos do mercado dada as particularidades do país. Com estimativas de que a mídia programática abocanhe, em breve, mais da metade das receitas de publicidade digital — nos EUA, segundo o IAB local, já é 66% do mercado display — é natural que o setor como um todo passe a dar mais destaque para automação.

O texto está disponível online (página 20).