Com Connect, RoiX otimiza segmentação de compra programática; DOOH avança 30% em dois anos

No giro da semana, o ExchangeWire Brasil traz os destaques do mercado digital e programático: nova plataforma programática da RoiX que oferece mais eficiência na compra de audiência segmentada; investimentos digital out of home deve crescer 50% até 2021 segundo novo relatório da Magna.

RoiX lança nova plataforma programática

Com objetivo de simplificar o ecossistema programático com transparência, eficiência e confiabilidade, ad tech brasileira ROIx acaba de revelar a plataforma programática Connect que promete “resolver grandes dores de cabeça do mercado”.

A nova solução garante mais inteligência na compra audiência segmentada de forma programática, além de oferecer mais segurança e credibilidade para os dados utilizados nas campanhas.  O lançamento chega ao mercado com clientes da lista “Fortune 100”, que já estão usando ou demostraram interesse em tornar o Connect seu núcleo de propaganda programática.

Guilherme Soter (COO) e John deTar (CEO)

Para John deTar, CEO da ROIx, o Connect vai revolucionar o mercado. “Estamos levando o programático para outro patamar. Agora, será possível criar segmentações sofisticadas de audiências, definir budget, frequência, criativos e todos os demais set-ups em um único local”.

Isso porque a ferramenta une inventario premium (de vídeo ou display) com dados extremamente qualitativos, o que possibilita a compra de audiência segmentada em apenas um clique e em menos de 5 minutos. “Afinal, ninguém melhor do que o responsável pela marca para gerenciar as campanhas e gerar uma boa impressão”, acrescentou deTar.

O Connect está conectado a grandes DSPs, como MediaMath, DBM, BrightRoll, AppNexus ou The Trade. Com isso, qualquer profissional pode subir uma campanha segmentada  em ambiente premium e seguro, seja em vídeo ou display.  Já por meio de marketplaces e identidades exclusivas (DEALS Ids), anunciantes e agências são capazes de criar suas próprias audiências de forma segura e automatizada, sem precisarem contratar um data provider.

De acordo com a Roix, com o Connect é possível potencializar o resultado das campanhas, uma vez que a solução possibilita combinar os dados da ad teh com dados proprietários do cliente (first party data) e também com “matched data”. Assim, os anunciantes podem encontrar segmentações ainda mais sofisticadas, para potencializar o alcance das campanhas e, consequentemente, melhorar a precisão no target.  “Usando os dados corretos, o índice chega a 95% de assertividade”, afirma o executivo.

DOOH avança 30% em dois anos

Diferente dos outros meios tradicionais, a mídia out of home (OHH) vem crescendo diante da digitalização do mercado publicitário. Somente o inventário digital de OOH (DOOH) avançou em 30% nos últimos dois anos – mesmo que o digital ainda seja apenas 5% do inventário global, já representa 14% dos investimentos.

Os números integram o recente Informe OOH Digital da Magna, braço de pesquisa da IPG Mediabrands, que aponta um crescimento de 50% nos investimentos em DOOH até 2021 em mais de 12 mercados.

Atualmente, a publicidade OHH é um mercado que movimenta U$28 milhões de dólares globalmente. A participação de mercado desse formato no bolo publicitário é de 6% a nível mundial, com a perspectiva de saltar para US$33 milhões em cinco anos, graças ao aumento dos investimentos em DOOH.

Diante do crescimento do digital OHH, as empresas vêm buscando cada vez mais as compras programáticas, feitas de forma automatizada e em tempo real com base em diversas segmentações (slot individual, horário, geografia, audiência e overlapping). Assim, o relatório da Magna destaca a possibilidade de integração entre mobile e OOH, já que mais de 46% das pessoas impactadas por um formato OOH buscam mais informações no celular.

Fonte: IPG Mediabrands (2018)