Vazamento de dados no Facebook envolve Brasil; Outbrain expande parceria com títulos da Globo

Confira os destaques da semana em publicidade digital no Brasil: escândalo sobre roubo de dados do Facebook expondo 50 milhões de usuários repercute no Brasil com encerramento da parceria entre a brasileira Consultoria Ponte e Cambridge Analytica; Outbrain amplia acordo com sites do grupo Globo até 2019; RedeTV apresenta pesquisa sobre formatos de mídia programática.

Caso Facebook e Cambridge Analytica

A polêmica da semana girou em torno do roubo de dados do Facebook envolvendo exposição de 50 milhões de usuários pela empresa Cambridge Analytica. A empresa é acusada de aproveitar esses dados em estratégias digitais para a campanha de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos. Após o escândalo, Mark Zuckerberg, CEO da rede social, veio a público assumir o erro, bem como afirmou em entrevista à CNN que vai trabalhar para garantir a integridade das eleições no Brasil.

“Há uma grande eleição no Brasil. Pode apostar que estamos muito comprometidos em fazer tudo o que pudermos para garantir a integridade dessas eleições no Facebook”, pontou o executivo à emissora americana.  Vale lembrar que, pela primeira vez, as os candidatos às Eleições 2018 no Brasil poderão fazer propaganda política paga na internet.

O caso veio à tona no último sábado, graças a denúncias feitas em conjunto pelos veículos NYT e The Guardian, após investigação sobre a coleta de dados privados de usuários do Facebook com objetivo de conduzir mensagens na rede social em prol do candidato republicano. Isso só foi possível porque a rede social permitiu que a Cambridge Analytica lançasse um aplicativo de testes para os usuários há alguns anos, sem saber que a empresa coletava dados pessoais por meio desse. Acontece que a CA é contratada por políticos de todo mundo para analisar o comportamento de eleitores nas redes sociais com intuito de direcionar propagandas políticas.

Em depoimento gravado com uma câmera escondida pela da TV britânica Channel 4, divulgado na segunda-feira, o CEO da CA, Mark Turnbull, declarou que esses dados foram utilizados também na campanha a favor do Brexit na Inglaterra e nas eleições de outros países, como Argentina. Segundo ele, os próximos planos incluíam o Brasil. Após revelações, a empresa brasileira Consultoria Ponte, do publicitário baiano André Torretta, rompeu com a parceria com a CA, firmada no fim de 2017 a fim de prover serviços publicitários para políticos brasileiros nas eleições de outubro.

Na quarta-feira, o Ministério Público abriu um inquérito para investigar atuação da Cambridge Analytica no Brasil.

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, reconheceu a responsabilidade da rede social pelos vazamentos e enfatizou compromisso em colaborar com as investigações, caso seja convocado pela justiça europeia e norte-americana.

Outbrain expande parceria com títulos da Globo

A Outbrain acaba de anunciar a ampliação de sua parceira com títulos da Globo, como os sites Infoglobo, Valor Econômico, Editora Globo e Edições Globo Condé Nast. A empresa de publicidade auxilia os times editoriais a direcionar a audiência dentro de suas propriedades digitais, ao mesmo tempo em que monetizam seu inventário por meio de recomendações de conteúdo pago, a fim de maximizar a receita.

A expansão do contrato, que vai até 2019, abrange 19 sites ao todo, como O Globo, Extra, ÉPOCA, Autoesporte, QUEM, Marie Claire, Glamour, Vogue e GQ.  O títulos Valor Econômico e  TechTudo passam a integrar a lista.

A renovação da parceria também aumenta o número de implementações da Outbrain nesses títulos, que alcançam mais de 600 milhões de pageviews mensais. Assim, será possível construir maior engajamento com os leitores, melhorar a experiência dos usuários com formatos de recomendação atrativos e ampliar a distribuição dos conteúdos para marcas feitos pelo G-Lab, o estúdio de Branded Content que atende todos anunciantes dessas empresas pertencentes ao grupo Globo.

“Aumentar o escopo de atuação da Outbrain entre os títulos líderes deste grupo, seja no aumento do número de sites quanto nos novos formatos em que estaremos instalados, reforça o posicionamento premium da Outbrain e nossa liderança do mercado de descoberta de conteúdo”, explicitou Luiz Biagiotti, country manager Brasil na Outbrain.

RedeTV apresenta pesquisa sobre formatos programáticos

Desde setembro do ano passado, a emissora RedeTV apresentou sua plataforma programática ao mercado e, de lá pra cá, já conta com clientes como Itaú, Volkswagen, Colgate, BRF e Buscapé. Essa semana, o veículo revelou ao mercado uma pesquisa qualitativa sobre formatos de mídia programática. O levantamento foi realizado em fevereiro pela Multifocus.

No estudo, o split screen, formato em que tela é dividida ao meio entre conteúdo e anúncios, foi citado como o preferido pelos participantes. Em segundo lugar, aparece o formato edge screen, no qual o anúncio é mostrado em uma caixa no canto da imagem, e, por último, o broad screen, disponibilizado em todo o campo de visão.

Em parceria com a Cadreon, a RedeTV lançou sua primeira campanha de “programmatic TV” em setembro para a Unilever. A plataforma automatiza o processo de compra e verificação de impactos na TV aberta, de forma que o anunciante só paga pela quantidade de pessoas no target definido que realmente foram impactadas.

 

Comentários