×

DynAdmic fecha acordo com Rubicon; Predicta lança marketplace para ANJ

No giro de notícias da semana, os destaques do mercado de mídia digital: acordo entre da DynAdmic com Rubicon expande oferta de inventário da empresa para formatos em vídeo online, além de permitir o acesso exclusivo a publishers mundiais e locais; ferramenta desenvolvida pela Predicta para a ANJ reúne informações de 39 jornais e facilita gestão de campanhas; IPO da AppNexus pode estar a caminho; apenas 25% dos marketers brasileiros conhecem o conceito de MarTech, aponta pesquisa do DOT digital group. 

DynAdmic fecha acordo com Rubicon

A DynAdmic, especializada em publicidade contextual para vídeo online, anuncia um acordo global com a adtech Rubicon para expandir sua oferta de inventário da empresa para formatos em vídeo online, além de permitir o acesso exclusivo aos maiores publishers mundiais e locais.

A parceria resultará no aumento de 17% do  volume de inventário na plataforma da DynAdmic no mercado brasileiro. Disponível para o mercado global desde o fim de agosto, a oferta permite que anunciantes tenham acesso ao inventário da Rubicon enquanto utilizam a tecnologia da DynAdmic para segmentação de audiências em todo o mundo. 

Além de ampliar o volume de inventário em vídeo com a Rubicon, que executa mais de 120 bilhões de trades de anúncios por mês em sua rede de publishers, a DynAdmic também passa a contar com uma oferta diversificada de formatos, que vai além do tradicional pre-roll e inclui também o InText.

“Essa nova parceria visa oferecer aos anunciantes brasileiros e globais um inventário premium e com volume cada vez maior em vídeo online, além de reforçar a DynAdmic como private marketplace líder no segmento de vídeo para todos os formatos”, afirma Lara Krumholz, gerente-geral da DynAdmic na América Latina.

Predicta lança plataforma marketplace para ANJ

A Predicta foi contratada pela ANJ (Associação Nacional de Jornais) para criar e desenvolver a tecnologia por trás do Projeto Marketplace Jornais, plataforma online que reúne informações de 39 jornais brasileiros com intuito de simplificar o gerenciamento de campanhas, nas versões impressas e online dos periódicos, pelas principais agências de publicidade do Brasil.

De acordo com a adtech, o projeto marca a disrupção da visão “off-line” do mercado em relação à comercialização de anúncios do meio jornal e de outras mídias tradicionais. Assim, a  ferramenta concentra os dados e agiliza o processo de pedido de inserção de mídia nos jornais participantes, bastando ao profissional de mídia escolher a praça e o tipo de audiência para definir a estratégia de anúncio nesses veículos. Com isso, a tecnologia pode oferecer até 70% de redução de tempo no processo operacional de negociação de mídia.

O Marketplace Jornais oferece dados como o perfil do leitor, a audiência e a tabela comercial de cada periódico. Entre os jornais participantes, estão Folha de S.Paulo, O Globo, O Estado de São Paulo e alguns veículos regionais, contudo, a expectativa é que o projeto integre todos os veículos associados da ANJ.

“Facilitar a conexão entre a cadeia de oferta e demanda é a resposta para se atingir o ganho de escala, a produtividade e a eficiência financeira desejada por todos os envolvidos no processo”, destaca Guilherme Mamede, vice-presidente de novos negócios da Predicta, acrescentando que o formato está alinhado à tendência mundial de desenvolvimento de soluções que tragam eficácia aos processos integrados exigidos hoje pelo mercado publicitário.

IPO da AppNexus a caminho?

A AppNexus já teria dado entrada em um IPO com estreia prevista em Wall Street para o segundo trimestre de 2017, segundo informações publicadas essa semana pelo Wall Street Journal. De acordo com fontes próximas da empresa, a documentação já está com as autoridades dos Estados Unidos.

Rumores sobre a proximidade do IPO da adtech tem ecoado no mercado nos últimos meses. No entanto, a empresa recentemente surpreendeu a indústria com uma reestruturação organizacional, que também resultará em várias demissões.

Atualmente avaliada em US$ 1,5 bilhão , a AppNexus está se preparando para uma avaliação de até US$ 2 bilhões. Até o momento, a empresa não comentou as informações.

Apenas 25% dos marketers brasileiros conhecem o conceito de MarTech

Um estudo realizado pelo DOT digital group, grupo brasileiro especializado em soluções digitais para Educação e Marketing, traz novas e importantes informações sobre a visão da tecnologia e do uso de dados por parte dos profissionais de marketing do país.

A pesquisa revela que 96% dos profissionais acreditam que o uso da tecnologia representa uma estratégia fundamental para a criação de campanhas voltadas a conquistar os consumidores. No entanto, apenas um quarto (25%) dos entrevistados conhecem o conceito de MarTech – que define o uso de tecnologia, com apoio da análise de grandes volumes de dados, para elaboração de campanhas de marketing customizadas e adaptadas em tempo real.

Os participantes listaram entre as ferramentas e serviços mais utilizados para ações de marketing: redes sociais (31%), automação de e-mail marketing (29%), marketing de conteúdo (14%), análise de métricas digitais (13%), geolocalização (7%), uso de algoritmo de aprendizado de máquina (3%), microtargeting (2%) e outro (1%).

Cerca de  41% dos profissionais admitem que as ferramentas de marketing utilizadas hoje por suas empresas são insuficientes para atingir os resultados esperados. A falta de orçamento, citada por 36%, foi indentificada como a principal barreira para adoção de projetos que unem marketing e tecnologia, seguida pelo desconhecimento de benefícios (18%), falta de habilidade (9%), resistência interna à mudança (8%) e desinformação (8%).

O levantamento entrevistou 170 profissionais de marketing em empresas de pequeno, médio e grande portes, entre os meses de agosto e setembro de 2016.