Clear Channel lança rede de beacons em out of home; Globo e Snapchat fecham parceria para a Rio 2016

No giro de notícias da semana: Clear Channel anuncia primeira rede de beacons em OOH da América Latina; parceria com Snapchat para as Olimpíadas é o primeiro acordo da Globo com uma rede social; pesquisas trazem dados sobre o comportamento dos usuários que acompanharão os jogos olímpicos pela segunda tela; Rubicon Project e Criteo apresentam fortes resultados para o trimestre; Mídia programática em vídeo é tema de workshop em Salvador. 

Clear Channel inaugura rede de beacons do Rio de Janeiro

A Clear Channel, empresa de mídia exterior, anuncia a implementação da primeira rede de beacons em out of home da América Latina no Brasil. O sistema permite o envio de informações ao smarthphone de um usuário com base na localização, possibilitando às marcas a realização de campanhas veiculadas no out-of-home (OOH), com ativações que tragam interatividade e experiências relevantes aos potenciais consumidores.

Desenvolvida em parceria com a Aurea, especializada em inteligência de localização e marketing de proximidade mobile, a tecnologia permite segmentar a comunicação, integrando mobile com Out of Home por meio da coleta de informações de aplicativos dos celulares, cruzando diferentes tipos de dados. Inicialmente, serão instalados 200 pontos de beacons na cidade do Rio de Janeiro, nos relógios digitais e aspersores de água, com expectativa de estender a cobertura para as demais praças do país e exterior.

“O OOH sempre foi visto como mídia de massa offline, mas nossos investimentos em novas tecnologias como o beacon mostram como o segmento está em constante atualização e focado em ações personalizadas”, enfatiza Dario Gohda, diretor de desenvolvimento da Clear Channel. Segundo Rodrigo Mazzilli, diretor da Aurea Tecnologia, o número de beacons instalados mundialmente cresce cerca de 18% por trimestre, já atingindo cerca de 6 milhões de instalações.

Globo e Snapchat fecham parceria para a Rio 2016

redesnapPela primeira vez, a Globo anuncia uma parceria com uma rede social, o Snapchat. O acordo tem como objetivo fornecer conteúdo especial na plataforma mobile durante os Jogos Olímpicos. Por meio da sessão “Histórias ao vivo”, a emissora irá mostrar diversos momentos olímpicos aos usuários ligados no aplicativo.

Assim, o ´Histórias ao vivo’ vai mostrar os principais momentos registrados por fãs, talentos da Globo e do SporTV, além dos bastidores das competições e das venues. Graças à parceria, o Snapchat apresentará um conteúdo único produzido pelo time da Globo, com vídeos que permitirão que a audiência experimente o clima por trás do maior evento esportivo do mundo.

“Estamos entusiasmados com o início desta parceria com o Snapchat. E o momento não poderia ser mais oportuno: um evento desta magnitude, sediado no Rio de Janeiro, é garantia de uma galeria de imagens incríveis sobre os Jogos”, comentou Erick Brêtas, diretor de Mídias Digitais da Globo. Segundo ele, a parceria reforça o movimento que a Globo vem fazendo de estar cada vez mais próxima do seu público, onde e como ele quiser. “Vamos estar ao lado de milhares de snapchatters brasileiros de olho – e registrando ao vivo – tudo o que estiver rolando nos Jogos Olímpicos”.

Para Bem Schwerin, diretor de Parcerias do Snapchat, o acordo com a Globo vai permitir que a comunidade do aplicativo experimente o maior evento global esportivo como nunca fizeram antes.

Olimpíadas em números

A semana que marca a abertura dos Jogos Olímpicos no Rio foi movimentada por diversas pesquisas sobre como o evento será impactado pelo universo digital. Em suma, os principais insights desses estudos revelam como essas Olimpíadas serão as mais digitais da história. Os Millenials estão na liderança, como a audiência mais conectada, sendo que 79% planejam assistir os jogos online, com 7 em cada 10 por meio de dispositivos móveis, aponta levantamento da Rubicon Project.

A TV segue como o meio o canal mais utilizado para acompanhar o evento remotamente, preferida por 79% das pessoas, seguida pelo computador (22%), celular (15%) e tablet (5%), indicou um estudo da Millward Brown. Contudo, os indivíduos estarão o tempo inteiro ligados em suas “segundas telas” para realizar atividades simultâneas, como ler notícias sobre os melhores momentos Olímpicos ou acessar as redes sociais.

Isso é reforçado pela pesquisa da Teads realizada na última Copa América, que analisou hábito de consumo de mídia dos fãs de futebol no México, Brasil, Colômbia e Argentina. Esses usuários passaram em torno de 243 minutos lendo conteúdo editorial antes e depois da partida em seus celulares. Assim, durante as Olimpíadas, os anunciantes podem usar os jogos para aumentar o envolvimento e obter novos consumidores em sites premium nos quais os fãs estão consumindo conteúdo relacionados ao evento.

Um levantamento da RadiumOne trouxe que dois terços dos britânicos que assistirão às Olimpíadas na TV usarão um dispositivo conectado à internet ao mesmo tempo. Dentre os 64% que usam a segunda tela, a atividade online não relacionada às Olimpíadas é esperada como sendo a mais popular (53%), seguida por mensagens instantâneas sobre o evento (31%) e pela procura online de informações relacionadas (30%).

Rubicon Project e Criteo apresentam fortes resultados para o trimestre

Na terça-feira (2), a Rubicon Project, que opera um dos maiores markeplaces de publicidade digital do mundo, anunciou crescimento de 33% em receita para o segundo trimestre do ano no comparativo anual. Somente o mobile representou mais de US$ 325 milhões dos gastos na plataforma da companhia nos últimos doze meses. Assim, o mobile respondeu por terço da receita da adtech, em comparação com pouco mais de um quinto do mesmo trimestre do ano passado.

Por outro lado, a receita em desktop não tem diminuído no mesmo ritmo, o que significa que a receita móvel é incremental. Em um momento em que todos os olhos estão voltados para o mobile, a Rubicon age de forma perspicaz ao continuar a focando em desktop, enquanto sua oferta móvel ganha se desenvolve.

Já para a Criteo, mais da metade das receitas foram atribuídas ao mobile. No segundo trimestre, a receita da companhia aumentou em 36% para US$ 407 milhões no comparativo anual. Os lucros para o período subiram 240% para US$ 13 milhões. A Criteo adicionou mais de 900 novos clientes à sua carteira no segundo trimestre, atingindo agora 12.000 clientes em todo o mundo. Esses clientes geraram 14% a mais de receita, excluindo os custos de aquisição de tráfego no segundo trimestre, número alinhado com as expectativas e que prova a capacidade da empresa para expandir receitas dentro da base de clientes existente. 

Mídia programática em vídeo é tema de workshop em Salvador

Com objetivo de debater como a mídia programática e os vídeos online podem ajudar os anunciantes a melhorarem os resultados de suas campanhas, DynAdmic, boo-box/ftpi e Grupo de Mídia Bahia realizam workshop gratuito “Workshop Métricas e investimentos em vídeos digitais”, no dia 10 de agosto, no Hotel América Towers.

O evento é destinado a profissionais de marketing, de mídia, publicidade e anunciantes que desejam aprofundar seus conhecimentos em publicidade online. A programação terá Gabriel Dias, diretor comercial da DynAdmic, como palestrante, que discutirá as melhores estratégias para alcançar boas métricas nas campanhas digitais e rentabilizar o investimento publicitário. As inscrições gratuitas podem ser feitas pelo e-mail yuri.nordeste@ftpi.com.br.