×

Mercado de programático vai bater US$ 10 bilhões neste ano nos EUA

O mercado norte-americano de mídia programática vai dobrar até 2016 e, neste ano, vai bater a marca dos US$ 10 bilhões. Os dados são de um recente estudo do eMarketer.

Já neste ano, programático responderá por 45% do total do gasto com display – o que inclui banners, rich media, patrocínio, vídeo, entre outros.

O vídeo, em particular tido como um dos segmentos mais promissores inclusive no amadurecimento do mercado brasileiro, será comercializado via programático em 40% das vendas daqui a dois anos, o equivalente a um montante de US$ 3,84 bilhões.

A área de mobilidade também ganha destaque, representando 44,1% das vendas de displays via programático nos Estados Unidos, ou US$ 4,44 bilhões. No ano que vem, essa proporção deve subir para 56,2%.Isso significa ultrapassar desktops, marcando a segunda forte tendência no mercado.

Ainda como um termômetro da evolução das modalidades, a previsão do relatório é que o programático direto suba de 8% para 42% de 2014 para 2016.

Brasil

Enquanto a pesquisa traz dados do mercado norte-americano, mais maduro que a realidade do ecossistema brasileiro, a mídia estrangeira traz números interessantes sobre as operações no Brasil. O chief digital officer da Ogilvy, Matías Alpert, detalhes da evolução das vendas de programático na América Latina em entrevista recente para o Media Biz Bloggers.

O mercado brasileiro já acumula US$ 0,05 via programático a cada dólar que é computado na compra de mídia, excluindo buscas, ainda abaixo da média da região. Com a curva de adoção acelerando, em em 2016 são projetados US$ 0,15 via programático na América Latina.

No geral, a mídia digital cresce a taxa de 20% para a agência, e já em 2016 a estimativa é que de 15% a 25% da venda de mídia seja automatizada.